Novos prefeitos e a crise dos Municípios

20 JAN 2017
20 de Janeiro de 2017

Nos primeiros dias de 2017 os novos prefeitos de todo o Brasil estão vivendo a realidade da administração de seus municípios. Em várias cidades os atuais gestores já relatam dificuldades e anunciam estado de calamidade pública e financeira. As queixas contra administrações anteriores vão desde cidades que só teriam R$ 13 no caixa, sedes depredadas e remédios encontrados sem uso ou com prazos de validade vencidos.

As dificuldades na administração pública não são novidade, a crise que tomou conta do País já era de conhecimento dos candidatos antes e durante a campanha eleitoral de 2016. Agora, os novos mandatários anunciam ações de combate às “mordomias” e na contenção de gastos. O dirigente da Aspomil, Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves, lembra que os novos prefeitos só elegeram porque disseram que resolveriam os problemas de suas cidades.  “Temos que acabar com a irresponsabilidade de a pessoa falar uma coisa, conseguir e não cumprir”, adverte.

Os novos vereadores também devem cumprir com a obrigação de fiscalizar as ações do Poder Executivo. “Só assim o País irá pra frente”, alerta o Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves.          


* Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves, é especialista em segurança e dirigente da Aspomil, Associação de Assistência Social dos Policiais Militares de São Paulo.

Av. Celso Garcia, 3.976 – Tatuapé – SP – CEP 03064-000

Fone (11) 3562-6005 - Email aspomil.radio@uol.com.br

Voltar


Copyright © 2011 ONLINE PRODUÇÃO -   Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser copiado de forma diferente da referência individual comercial com todos os direitos autorais ou outras notas de propriedade retidas, e depois, não pode ser reproduzido ou de outra forma distribuído. Exceto quando expressamente proibido acima, você não deve de outra forma copiar, mostrar, baixar, distribuir, modificar, reproduzir, republicar ou retransmitir qualquer informação  contidos neste site ou qualquer parte deste em qualquer meio eletrônico ou em disco rígido, ou criar qualquer trabalho derivado com base nessas imagens, texto ou documentos, sem o consentimento expresso por escrito da ON LINE - Produção.