Disputa entre facções criminosas causa motins e mortes

22 OUT 2016
22 de Outubro de 2016

As mortes de ao menos 18 detentos em prisões de Rondônia e Roraima nos últimos dias podem ser os primeiros efeitos de uma importante transformação no crime organizado. Autoridades atribuíram as execuções ao rompimento de uma aliança entre o PCC - Primeiro Comando da Capital, grupo surgido em São Paulo, e o Comando Vermelho, que é originário do Rio de Janeiro.

A disputa por poder dentro e fora dos presídios se arrasta há muitos anos e a situação deve se agravar. Para o especialista em segurança da Aspomil, Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves, é inadmissível que o Estado ainda não tenha tomado nenhuma providência.

O possível fim da aliança de quase 10 anos entre as duas maiores facções criminosas do país, causa tensão nos presídios de Norte a Sul. Os dois lados do crime organizado mantinham um pacto para a compra de drogas e armas em regiões de fronteira e para a proteção de seus integrantes em prisões controladas pelos grupos. O fim da aliança - que ocorre por uma disputa pelo controle de presídios - poderá gerar mais mortes em penitenciárias e acirrar as tensões também nas ruas.

A resposta do poder público nos últimos anos tem sido sempre inferior ao poder de organização das facções. Houve um aumento gigantesco da população carcerária. Em prisões de São Paulo, temos muitas vezes um funcionário para cada 300 presos, situação idêntica ou até pior em outras partes do país. É evidente que o Estado não controla a população carcerária. Se nada for feito uma nova onda de violência poderá se espalhar pelos presídios como já aconteceu no passado recente.

Tenente Dirceu Cardoso Gonçalves, é especialista em segurança pública e diretor da Aspomil, Associação de Assistência Social dos Policiais Militares de São Paulo.

Av. Celso Garcia, 3.976 – Tatuapé – SP – CEP 03064-000
Fone (11) 3562-6005 - Email aspomil.radio@uol.com.br
Voltar


Copyright © 2011 ONLINE PRODUÇÃO -   Todos os direitos reservados. O conteúdo deste site não pode ser copiado de forma diferente da referência individual comercial com todos os direitos autorais ou outras notas de propriedade retidas, e depois, não pode ser reproduzido ou de outra forma distribuído. Exceto quando expressamente proibido acima, você não deve de outra forma copiar, mostrar, baixar, distribuir, modificar, reproduzir, republicar ou retransmitir qualquer informação  contidos neste site ou qualquer parte deste em qualquer meio eletrônico ou em disco rígido, ou criar qualquer trabalho derivado com base nessas imagens, texto ou documentos, sem o consentimento expresso por escrito da ON LINE - Produção.